Categorias
Uncategorized

GERENCIAMENTO: Por que pequenos empresários do ramo de vestuário estão sem dinheiro?

O ramo de vestuário enfrenta dificuldades diante do atual cenário econômico do Brasil. Uma pesquisa mostrou que a maioria das lojas fecham as portas antes mesmo do segundo ano de existência.

O motivo que leva os pequenos empresários a fecharem as portas são, muitas vezes, a falta de planejamento, gerenciamento e ferramentas adequadas.

Mas será que você sabe realmente quais são os fatores que contribuem para o sucesso de uma empresa?

Está pensando em abrir uma empresa ou já abriu e está trabalhando para o negócio dar certo? Então confira as dicas que podem ajudar e muito no crescimento e fortalecimento de uma empresa.

1 – Tenha conhecimento em gestão

O principal passo para que o negócio dê certo é saber empreender. Antes de abrir uma empresa, adquira total conhecimento sobre seu mercado, conheça bem as dificuldades do empreendedorismo e gestão de negócios.

Antes de investir em publicidade e propaganda, aprenda a planejar e estruturar seu negócio. Faça uma pesquisa de mercado, saiba onde o seu público está, depois será possível investir focado nos objetivos da empresa.

Muitas lojas são fechadas no Brasil porque os gastos eram maiores que os lucros. Isso demonstra claramente falta de conhecimento em finanças e o motivo desse descontrole é a falta de planejamento e gestão.

Navegue pelo conteúdo:

 

2 – Contrate profissionais qualificados

Evite contratar pessoas só pela boa aparência e um sorriso bonito, lembre-se que você está em busca de bons profissionais e não de modelos. Desconfie de currículos invejáveis, pois pessoas bem qualificadas, dificilmente estão desempregadas.

A maioria das empresas contratam pela capacidade técnica, mas as demitem por questões comportamentais. Privilegie as pessoas de melhor comportamento, pois a parte técnica e operacional é mais fácil lidar.

Analise muito bem a contratação de parentes, pois se o parente contratado for uma pessoa apta para o seu negócio, você estará no lucro; mas se não for, você corre o risco de estar investindo em dores de cabeça no futuro e possíveis e indesejáveis problemas familiares.

Uma equipe qualificada ajuda o negócio a prosperar, por isso, opte por pessoas que estejam dispostos a vestir a camisa da empresa e dê a elas condições de crescimento.

3 – Invista em Marketing estratégico

O marketing estratégico eficaz é aquele que converte propaganda em lucros. O objetivo é atrair e fidelizar clientes!

Atualmente uma das ferramentas mais importantes de comunicação e que traz bons resultados é o Marketing Digital.

Esteja presente nas redes sociais, faça vídeos demonstrativos (se tiver vergonha, chegou a hora de deixá-la de lado), demonstre os benefícios de seu produto ou serviço e crie vínculos mais fortes com seus clientes.

Faça anúncios no Google e nas redes sociais, realize promoções e invista em programas de fidelidade. Caso não tenha conhecimento para utilizar essas ferramentas, peça ajuda a uma agência de publicidade.

Hoje as pessoas buscam referências na internet e um senso de pertencimento e é lá que seu negócio deve estar.

4 –  Defina preços adequados

Você tem que ser a pessoa que mais conhece seu cliente e o quanto são sensíveis a seu preço.

Em situações de concorrências acirradas e baixas margens de lucro, tente se diferenciar oferecendo valor a seu produto, demonstrando seus benefícios, um atendimento diferenciado que possivelmente conseguirá uma margem melhor e consequentemente aumentar seu ticket médio.

Essa mesma regra pode ser aplicada a seus produtos de maior margem, em ambos os casos, fique atento às quantidades de descontos que venha aplicando, pode ser que seu concorrente está tendo um preço melhor ou você não esteja oferendo um ‘valor‘ complementar que fará que seu cliente escolha você não por preço, mas por afinidade e atendimento único.

5 – Invista em ferramentas tecnológicas

Por último, e não menos importante, invista em ferramentas de gestão. Atualmente as empresas estão lidando com muitos números, regras, obrigações legais e isso não pode ficar só em um arquivo de computador ou em uma “agendinha” no fundo da gaveta.

Cada vez mais as exigências fiscais do governo estão aumentando, cruzamento de informações de notas fiscais de fornecedores e consumidores cada vez mais exigentes. A concorrência não está parada e você não pode ficar estagnado com o pensamento “sempre trabalhei assim e não preciso mudar”.

A tecnologia está cada vez mais integrada e popular, seus custos estão cada vez menores. Pesquise, existem um mundo de possibilidades que seus custos que cabem no seu bolso e não seja pego desprevenido com alguma exigência fiscal ou descobrir que seu lucro não seja como imaginava.

Gerencie de forma adequada, utilize um sistema ERP de gestão e centralize todas as informações de sua empresa em um único lugar.
Utilizando sistema de gestão empresarial é possível emitir documentos fiscais, gerar boletos, controlar estoque, manter finanças em dia, comprar com segurança, maior facilidade em gerenciar clientes e suas compras a prazo e várias outras funções.

Um sistema apropriado, pode ajudar você a colocar as coisas em ordem e, assim, vender mais e com redução de custos. Todo esse processo reflete diretamente na sua lucratividade.

O Commerce Master possui essas e outras funcionalidades. Quer saber mais de como podemos ajudar sua empresa? Fale com um de nossos especialistas!

Categorias
Uncategorized

Gestão de negócio: 4 ferramentas básicas de gestão

Toda empresa necessita de um plano de gestão e uma boa estratégia para se manter no mercado. Listamos 4 das ferramentas de finanças essenciais para gerir uma pequena empresa.

1- Formulação de estratégias de negócio
Antes de iniciar o planejamento estratégico, a empresa deve coletar várias informações a respeito do ambiente e já possuir visão clara de onde quer chegar.

No entanto, esta fase exige maturidade e paridade com a visão empresarial, a fim de escolher as estratégias mais assertivas.

O planejamento é o detalhamento de como a empresa vai atuar para alcançar os objetivos gerais e funcionais, cumprindo sua missão e realizando a visão de futuro.

Na formulação das estratégias para a sua empresa, é preciso saber claramente qual a oportunidade visualizada no mercado, quais recursos que a empresa dispõe e quais as ameaças que poderá vir a enfrentar.

Além disso, vale saber se é possível que a empresa cresça significativamente no futuro com a atual linha de produtos ou serviços, ou precisará desenvolver novos.

Somente com essas informações o empreendedor pode definir estratégias adequadas de gestão.

2- Demonstrativos financeiros confiáveis
Todo gestor deve saber que a informação é a principal aliada na hora de tomar uma decisão empresarial.

Isso significa que uma empresa, por menor que seja, deve ter sempre disponíveis balanços, relatórios contábeis e financeiros atualizados e corretos.

Muitos empresários colocam os números financeiros nas mãos dos contadores e não os utilizam para tomada de decisão e somente para fins de legislação.

Quem não consegue analisar indicadores financeiros e estabelecer metas para o crescimento e lucratividade da empresa vai ter muitas dificuldades em sobreviver no longo prazo.

3- Estabelecimento de metas e indicadores
Existe uma frase que todo gestor deve conhecer: “O que não pode ser medido, não pode ser gerenciado”.

Segundo a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ, 2008), metas são níveis de desempenho pretendidos para determinado período de tempo.

O principal e crucial erro do microempresário é não acompanhar as métricas e desenvolvimento de seu negócio, pois apenas com esses números é possível criar metas alcançáveis a curto e longo prazo.

Quando for decidir a meta a ser cumprida pela empresa, é de extrema importância que isso seja discutido com os responsáveis pelo setor onde se espera o resultado.

gestãoSomente quando esta pessoa estiver de acordo é que a meta se torna viável e os colaboradores ficam comprometidos com o resultado.

4- Acompanhamento e monitoramento

Depois de definido o plano de negócio e a implantação das metas, resta ao microempresário o acompanhamento e monitoramento do dia a dia do negócio.

Uma vez construídos indicadores e feito o plano, o empresário fica com a tarefa de monitorar a evolução dos índices para possíveis mudanças de rumo.

Portanto, concluímos que as métricas são claramente indispensáveis agora, não é?

Mas sem objetivos nada disso tem importância alguma para seus trabalhos. No mundo dos negócios, cada vez mais competitivo, antes de você apostar tudo em um projeto futuro, procure antes estabelecer os reais objetivos para ele e implemente algumas dessas principais dicas.

Será um grande passo para garantir sua vitória!

 

Categorias
Uncategorized

O que é CM-Enterprise?

logo do cm-enterprise

Se sua empresa cresceu, abriu novas lojas, virou uma franqueadora e você precisa ter mais controles para dar continuidade ao crescimento da empresa de forma organizada e planejada, se ela necessita automatizar os processos repetitivos, agilidade nas tomadas de decisões o CM-Enterprise foi desenvolvido especialmente para sua empresa.

O sistema CM-Enterprise faz parte da família de soluções CommerceMaster, ele faz parte de um ERP de gestão focado em gerenciar redes de lojas e franquias do varejo.

Seu modelo de gestão permite que tenha informações em tempo real de todas as lojas da rede em um único ponto, facilitando nas tomadas de decisões envolvendo: compras, vendas, metas, promoções, pagamentos, recebimento, crescimento e distribuição de mercadorias entre as unidades.

Com todos estes recursos, sua empresa terá uma forma de administrar totalmente diferenciada, deixando as lojas apenas como um ponto de vendas, sem depender da internet para que elas possam faturar, sem correr o risco de ter as lojas paradas por queda de internet ou ainda informação diferente e desatualizadas nas lojas por inúmeros motivos, pois estas são formas administrativas embora ainda presentes no mercado, mas ultrapassadas.

Confie no novo e na solução inovadora, conheça e experimente o CM-Enterprise.

Um dos diferenciais do CM-Enterprise é além de toda a facilidade na automatização dos processos repetidos das redes de lojas, unificação de cadastramento, criação de central de compras e administração centralizada, possui também um gerenciado WEB, onde o administrador, consegue ter informações precisas de seu negócio a qualquer hora e em qualquer lugar, diretamente em seu celular.

Porque usar CM-Enterprise:

Sua empresa do segmento de vestuário, calçados e acessórios, cresceu e você abriu uma nova unidade e está muito feliz, mas com esta nova unidade os trabalhos que antes já eram muitos, dobraram e você quer abrir mais uma unidade, mas se os processos triplicarem você não vai ter condições de manter 3 empresas ao mesmo tempo e não dá para confiar o trabalho a qualquer um para ajudá-lo. Não tem problema a NSC tem a solução, desenvolvemos o CM-Enterprise, que foi construído especialmente para automatizar os processos repetitivos da sua rede de lojas ou franquia. Funciona assim: Criamos o conceito de central administrava, onde todos os processos de compra, cadastramento de mercadorias, reposição de mercadorias, financeiros da rede são feitos em um único local uma única vez, e os mecanismos automáticos do CM-Enterprise se encarregam de levar as informações todas as outras lojas. Não seria muito bom, cadastrar uma vez só a mercadoria e ela estar cadastrada em todas as lojas prontas para serem vendidas, então é assim que funciona, com a parte de mercadorias e com os outros processos também, em um único local, você administrará toda a sua rede e vai ficar livre para abrir novas unidades sem ter que se matar para isso.

TRANSFORMAMOS AS LOJAS EM PONTOS DE VENDAS, OU SEJA, VÃO FAZER O QUE REALMENTE INTERESSA QUE É VENDER.

Você deve estar pensando, mas este sistema é em nuvem com um único banco de dados e isso é muito arriscado pois se a internet cair, minha loja vai ficar sem sistema e vou perder vendas, pode ficar tranquilo o sistema não é em nuvem, tivemos o cuidado de pensar nisso, deu bastante trabalho mas facilitamos bastante o trabalho de vocês, cada loja tem um banco de dados com as informações pertinentes aquela unidade e a central tem as informações de toda as unidades da rede, nosso sistema CM-Connetor faz as trocas de informações da central para as loja e vice versa.

As informações transmitidas pelo CM-Connetor, são transferidas uma a uma e somente a parte que interessa agilizando o processo e deixando-o muito rápido.

Fuja de sistemas que utilizam a replicação de dados, pois o princípio da replicação é deixar totalmente iguais os bancos de dados e como os bancos de dados crescem a cada instante, este processo vai se tornando muito lento com o passar do tempo, sem contar que ele vai manter no mesma banco de dados todas as informações da rede gerando riscos para o administrador, nem vou falar dos riscos de sistema com tecnologia de terminal server (Um único servidor e todos acessam o mesmo banco de dados) e sistema em nuvem (Cloud), que dependem 100% da internet e como a internet ainda é muito instável, você perderá vendas.

Por isso o CM-Enterprise é a melhor opção sem sistema ERP para a sua rede de lojas ou franquia do segmento de vestuário, calçados e acessórios.

 

Quer mais informações: https://www.commercemaster.com.br/cmenterprise/