Categorias
Uncategorized

Fim da nota fiscal de papel?

Além das empresas que ainda emitem nota fiscal sem utilizar ferramentas digitais, demais pessoas jurídicas também devem ficar atentas às alterações

 

Cerca de 300 mil empresas, no estado de São Paulo, optantes pelo Simples Nacional, ainda emitem documentos fiscais de modo manual em papel.

Porém, isso vai mudar!

A partir do próximo dia 1º dia de outubro, no estado de São Paulo, as empresas que ainda emitem nota fiscal nos modelos 1 ou 1-A deverão obrigatoriamente emitir a nota fiscal eletrônica modelo 55 (NF-e) para amparar todas as suas operações envolvendo mercadorias.

A medida se dá após a publicação da Portaria CAT 36, de 4 de maio de 2018, que alterou a Portaria CAT 162/2008 conforme publicado pelo Portal Contábeis em Maio.

No entanto, vale ressaltar que a obrigatoriedade de emissão de NF-e a partir de 1º/10 não se aplica ao Microempreendedor Individual – MEI.

No que essa mudança pode impactar as empresas?

Essa mudança na legislação trazendo a proibição da emissão de documentos fiscais que não estejam em formato eletrônico, por consequência, também impedirá que a partir da mesma data (1º de outubro de 2018), qualquer pessoa jurídica (seja contribuinte paulista ou de outros estados) realize operações de compra de mercadorias de fornecedores localizados no estado de São Paulo que estejam amparadas por documentação em papel.

Caso qualquer empresa faça, por exemplo, uma operação e escrituração de compra de mercadorias amparadas (ou melhor, desamparadas) por nota fiscal de papel após primeiro de outubro, estará cometendo uma irregularidade fiscal, ficando assim sujeita a multas e penalidades. A legislação é clara e a responsabilidade pela operação neste caso, também é do comprador da mercadoria.

É importante deixarmos claro, que quando falamos em documento fiscal impresso, não estamos nos referindo ao Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFE) – resumo das informações constantes na nota fiscal eletrônica, sem validade jurídica, mas utilizado para acompanhar o frete de mercadorias.

Caso a empresa não tenha sistema próprio, é possível utilizar nosso emissor de NF-e gratuito. Conheça agora mesmo o NFeJá, uma plataforma em nuvem, que vai ajudar sua empresa a emitir as Notas Fiscais Eletrônicas com eficiência e rapidez.

Utilize gratuito – clique aqui!

 

Fonte: Artdata Contábil

Categorias
Uncategorized

O que é CM-Retaguarda?

O CM-Retaguarda é um sistema de gestão completo para administrar sua empresa do varejo, ele faz parte de um ecossistema completo ERP, com ele sua empresa pode controlar toda a parte financeira, estoques, vendas, orçamentos, pedidos, logística e todas as rotinas administrativas de sua empresa. Ele possui o sistema de gerenciamento da empresa (CM-Retaguarda), frente de caixa integrado (CM-Front) e um sistema integrador de unidades CM-Enterprise.

Pelo CM-Retaguarda é possível consultar o SCPC do cliente, ter acesso a histórico de vendas, gerenciar serviços adicionais como vendas de seguros e números da sorte.

Sistema preparado para emitir toda parte de nota fiscal eletrônica (NFe), além de arquivar o XML no portal fiscal (CM-Cloud), utilizado para acesso do contador e backup do XML das notas de entrada e saída.

Um dos diferenciais do CM-Retaguarda é além de toda a facilidade no cadastramento dos produtos, gerenciamento de vendas e caixa, possui também um gerenciado WEB, onde o administrador, consegue ter informações precisas de seu negócio a qualquer hora e em qualquer lugar, diretamente em seu celular.

Sua empresa precisa vender na internet e possuir uma loja virtual, não tem problema, o CM-Retaguarda possui um e-Commerce integrado ao ERP que vai facilitar todo o processo de vendas pela internet, todo o faturamento e a logística do estoque, vendas e faturamento on-line.

Porque usar CM-Retaguarda:

Com experiência de administração e desenvolvimentos de softwares a mais de 20 anos a NSC juntou todo o seu conhecimento e desenvolveu o CM-Retaguarda, um software ERP completo para empresas do segmento do varejo. Quando a empresa cresce, o administrador precisa de uma administração mais apurada da sua empresa, seja ela: Administrativa, Financeira, Suprimentos e Logística entre outros processos, nesta hora o administrador pensa em abrir uma nova unidade, ou uma rede de lojas e até mesmo franquear sua marca, para isso conte com a experiência da NSC e com o ERP CM-Retaguarda pois ele vai te ajudar em todos estes processos.

vantagens cm retaguarda
vantagens cm retaguarda

Devemos  pensar em uma solução que atenda desde as necessidades básicas do negócio, até as mais avançadas, pois questões de segurança e fiscais são importantes nesta fase do negócio.

Por isso o CM-Retaguarda é uma ferramenta completa, fácil de utilizar e com todo apoio da equipe NSC, sendo ainda considerado um ERP de baixo investimento que traz diversas facilidade, inclusive toda parte de emissão e gerenciamento de documentos fiscais: SAT, NFC-e, NF-e e Cupom Fiscal, tanto as de notas fiscais de entradas quanto as de saída.

Quer mais informações: https://www.commercemaster.com.br/cmretaguarda/